[sam_zone id=1]

Drew Barrymore – De estrela mirim problema à mega estrela de Hollywood

389 0

Drew Barrymore se tornou famosa ainda na infância e teve problemas com drogas na adolescência, transformando-se em uma das mais bem-sucedidas estrelas de Hollywood

 

Drew Barrymore

Protagonista de uma série de filmes que renderam enormes bilheterias para a indústria do cinema norte-americano, Drew Barrymore é uma das estrelas mais conhecidas e queridas de Hollywood. 

Com 45 anos recém-completos, Drew Barrymore acumula impressionantes 42 anos de carreira, tendo feito sua estréia como atriz aos 3 anos de idade. Lançada ao estrelato dois anos depois, no filme E.T., a estrela mirim enfrentou problemas com drogas ainda na adolescência. 

No entanto, o roteiro que poderia ter seguido para o “lugar comum” de Hollywood (onde um talento se afunda no mundo das drogas e acaba com sua própria carreira) foi superado pela “menininha do E.T.”. 

Drew Barrymore

Assim, décadas depois, ela continua atraindo multidões para as salas de cinema, estando na frente ou por trás das câmeras; contando, inclusive, com uma estrela na Calçada da Fama, recebida em 2004.

Carreira de Drew Barrymore

Drew Blyth Barrymore nasceu no estado da Califórnia, em 22 de fevereiro de 1975, dentro de uma família cheia de atores e atrizes. Como se isso não fosse o suficiente para a sua inclinação para a sétima arte, ela também tem como padrinho e madrinha dois poderosos nomes de Hollywood: o diretor Steven Spielberg e a atriz Sophia Loren

Com isso, não é difícil entender porque Drew estreou com apenas 5 anos de idade no mundo do cinema. Mas o estrelato de verdade viria dois anos depois, com a personagem Gertie do filme E.T., de 1982, produzido e dirigido por seu padrinho Spielberg.

Drew Barrymore em E.T.

Cada vez mais conhecida pelo público e com propostas se acumulando, Drew se tornou – aos 7 anos – a hostess mais nova a apresentar o programa Saturday Night Live; título que é seu até os dias de hoje. Depois disso, a atriz apresentou o SNL outras cinco vezes, sendo a última delas em 2009. 

Drew e o mundo das drogas

A fama repentina e enorme que se instalou na vida da atriz mirim, além de dinheiro, trouxe oportunidades com as quais uma criança não costuma lidar. 

De acordo com o relato feito pela atriz em uma famosa entrevista à Oprah Winfrey, tudo começou quando ela tomou duas taças de champagne em uma festa, aos 8 anos, e virou “a vida da festa”.

Aos nove anos, a estrela já bebia álcool com frequência e frequentava a boate Studio 54; reconhecidamente um dos locais mais badalados e mais cheio de drogas dos anos dourados de Hollywood. 

Drew Barrymore

A maconha já fazia parte da vida da atriz quando ela tinha dez anos e, no ano seguinte, foi a vez de a cocaína ser incluída no mix. O ritmo frenético de vida da Drew adolescente seguiu por mais alguns anos, até que ela tentou o suicídio aos 14 anos; sendo internada em uma clínica de reabilitação.

Ao deixar a rehab, Barrymore lançou a autobiografia Little Girl Lost (na tradução, Pequena Garota Perdida) e se emancipou dos pais. De acordo com a atriz, a decisão foi tomada por causa de sua mãe, que era uma má influência em sua vida e não a tratava com amor. 

O retorno de Drew e os anos 90

No início dos anos 90 o filme de Drew estava completamente queimado em Hollywood, e as propostas que se acumulavam anos antes não chegavam mais. 

Drew Barrymore

Com isso, os poucos papéis que ela conseguia eram em produções de qualidade duvidosa ou praticamente insignificantes; como no caso da ponta em Batman Eternamente, em que ela nem ao menos tinha falas. 

Embora ela tenha sido indicada, em 1992, a um Globo de Ouro por uma papel em um filme para a televisão, isso não contribuiu muito para a sua imagem na indústria; e a mídia seguia massacrando a atriz a cada nova oportunidade. 

Em 1995 ela voltou a ser manchete ao estampar a capa da revista Playboy e, na mesma época, dar uma inesquecível entrevista no programa de David Letterman

Ao descobrir ser o aniversário de David naquele dia, Drew subiu na mesa para uma dança e um flash dos seus peitos para o apresentador; numa das cenas mais memoráveis da televisão e do programa. 

A volta por cima

Em 1996, ao conquistar um papel no longa Todos Dizem Eu Te Amo, do diretor Woody Allen, as coisas começaram a mudar de figura para Barrymore em Hollywood. Com o sucesso do filme, a atriz passou a ser escalada para novos papéis, ganhando destaque junto ao público teen da época. 

Por causa do filme Pânico, Drew ganhou bastante notoriedade entre os adolescentes, apesar de ser a primeira vítima assassinada; incluindo seu nome em um elenco que contava com estrelas em alta na época, como Courteney Cox e Neve Campbell. 

Drew Barrymore e Adam Sandler

Na sequência veio o primeiro trabalho do que seria uma fórmula do sucesso nas décadas seguintes: a junção de Drew Barrymore e Adam Sandler

A sintonia do casal no filme Afinados no Amor foi reconhecida pelo público e, desde então, Drew já estrelou outros dois filmes ao lado de Adam Sandler: Como Se Fosse a Primeira Vez (2004) e Juntos e Misturados (2014).

Flower Films

Ainda em 1995, Drew Barrymore e Nancy Juvonen fundaram a produtora Flower Films, voltada para a produção de filmes para a televisão e o cinema. 

O primeiro longa para as telonas, Nunca Fui Beijada, foi lançado em 1999, obtendo um enorme sucesso nas bilheterias e bastante destaque para a sua protagonista: a própria Drew. 

Drew Barrymore em Nunca Fui Beijada

Nos anos seguintes, Barrymore passou a atuar como produtora e diretora, além de atriz, e apostou certeiramente em uma série de filmes que conquistaram a simpatia do público; contando ou não com ela própria no elenco. 

Entre os maiores sucessos da produtora podemos citar As Panteras, ao lado de Cameron Diaz e Lucy Liu; Letra e Música; Como Ser Solteira; Garota Fantástica; Freak Show; e Ele Não Está Tão A Fim de Você

Filmes com Drew Barrymore

A filmografia de Drew Barrymore é extensa e importante, visto que nela estão incluídos mais de quatro décadas de trabalho; entre atuação, produção e direção. 

Drew Barrymore em As Panteras

No entanto, há alguns nomes em destaque entre os que realmente ajudaram Barrymore a cativar e (mais tarde) reconquistar o público, como os seguintes:

  • E.T. (1982)
  • Quanto Mais Idiota Melhor 2 (1993)
  • Quatro Mulheres e Um Destino (1994)
  • Batman Eternamente (1995)
  • Todos Dizem Eu Te Amo (1996)
  • Pânico (1996)
  • Afinados no Amor (1998)
  • Para Sempre Cinderela (1998)
  • Nunca Fui Beijada (1999)
  • As Panteras (2000) 
  • As Panteras: Detonando (2003)
  • Duplex (2003)
  • Como se Fosse a Primeira Vez (2004)
  • Letra e Música (2007)
  • Ele Não Está Tão A Fim de Você (2009)
  • Estamos Todos Bem (2009)
  • Amor à Distância (2010)
  • Juntos e Misturados (2014)

Séries com Drew Barrymore

Além da sua estréia como atriz, Barrymore continuou fazendo trabalhos para a televisão ao longo de toda a sua carreira. 

Drew Barrymore em Santa Clarita Diet

A atriz também emprestou a sua voz para personagens de alguns dos desenhos animados de maior sucesso de todos os tempos. Ela pode ser escutada, por exemplo, na pele de Sophia, em um episódio de Os Simpsons; e como Jillian Russell, a namorada de Brian, em oito capítulos de Family Guy (Uma Família da Pesada).

Mais recentemente, em 2017, Drew estreou na Netflix como uma das protagonistas da série Santa Clarita Diet. Ao lado do ator Timothy Olyphant, Barrymore gravou 30 capítulos e três temporadas da hilária trama sobre mortos-vivos.

Infelizmente, a série em que Drew deu vida à personagem Sheila Hammond foi cancelada após a terceira temporada. Mas vale a pena conferir os episódios e dar boas risadas; mesmo ficando sem resposta para o final que não terá continuação. 

Vida amorosa de Drew Barrymore

Os namorados de Drew Barrymore sempre foram acompanhados de perto ao longo de sua vida e, desde a adolescência, a fanfarrona atriz acumula nomes famosos entre os seus affairs.

Prova disso é que, em 1989, Drew conseguiu a proeza de ter namoricos com os dois maiores astros teen da época: Corey Feldman e Corey Haim

Drew Barrymore e Corey Feldman

Poucos anos depois, no entanto, ficaram de lado do namoros e foi dado o start nos casamentos de Drew Barrymore

Apaixonada por Jeremy Thomas – um barman de Londres que virou dono de bar em Los Angeles – Drew se casou pela primeira vez em 1994; permanecendo assim por apenas dez meses até o seu primeiro divórcio. 

Outros nomes famosos também entram na lista dos peguetes da atriz em um momento ou outro, como, por exemplo, Edward Norton e Justin Long .

Depois de um intervalo de cinco anos do primeiro casamento, Barrymore colocou a aliança novamente com o fanfarrão ator e apresentador canadense Tom Green; que chegou a fazer uma ponta em um dos filmes de As Panteras, produzido por Drew.  

O casamento também durou pouco tempo (cerca de um ano), e logo a atriz voltou para o time das solteiras. 

Drew Barrymore e Fabrizio Moretti

Pouco tempo depois, a atriz iniciou um relacionamento que duraria consideravelmente mais tempo que os seus dois casamentos juntos; com o baterista brasileiro do grupo The Strokes, Fabrizio Moretti

Drew Barrymore e Fabrizio Moretti ficaram juntos por pouco mais de cinco anos, mas terminaram o relacionamento em meados de 2007. 

Drew Barrymore e Will Kopelman

A chegada dos filhos

Foi em 2012 que uma novamente apaixonada Drew decidiu trocar alianças pela terceira vez, com o empresário Will Kopelman, dessa vez. 

O casamento durou até 2016, e este  marido de Drew Barrymore foi também o escolhido para ser pai de seus filhos; as meninas Olive Barrymore Kopelman (7) e Frankie Barrymore Kopelman (6).

Drew Barrymore com as filhas

Atualmente solteira, Drew Barrymore já foi vista com alguns de seus ex-namorados depois da separação de Kopelman; mas garante estar vivendo muito bem não estar procurando novos affairs no momento. 

Imagens: reprodução

In this article

Join the Conversation